Apneia do Sono

SAOS

O Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é uma doença que consiste no aparecimento de episódios repetidos de pausas respiratórias durante o sono, apneias, normalmente superiores a 10 segundos. A principal causa de obstrução é o colapso das paredes das vias aéreas superiores.

O Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono afeta pouco mais de 25% da população, condicionando muito negativamente a qualidade de vida de quem a sofre. Não só para descansar durante a noite, que em casos extremos pode até levar à morte, mas também à atividade diária, acompanhada de sonolência e fadiga crónica. E mais grave ainda, a Apneia do Sono provoca a redução do oxigénio que transporta sangue, produzindo pressão alta, doenças cardiovasculares, alterações metabólicas e hormonais e aumento do risco de acidentes.

SINTOMAS ASSOCIADOS À APNEIA DO SONHO

A presença de dois dos seguintes sintomas na ausência de outras causas pode ser um indicador da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono:

  • Um ronco irregular, alto e interrompido, acompanhado de apneias durante o sono.
  • Cansaço durante o dia.
  • Fadiga crónica.
  • Sintomas associados à apneia do sono.

TESTE DE DIAGNÓSTICO

O diagnóstico de apneia do sono é feito por um teste chamado polissonografia, que é responsável por monitorar várias variáveis usando dispositivos especiais durante o sono.

TRATAMENTO DA APNEIA DO SONO: NÍVEIS DE AÇÃO

  • Perda de peso.
  • CPAP.
  • Cirurgia Ortognatica.

Um dos tratamentos recomendados por muitos anos é o CPAP, sigla para “Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas”, dispositivo noturno que consiste em uma máscara conectada a uma máquina, que sopra ar sob pressão e evita o colapso das vias aéreas do paciente. A maioria dos pacientes que sofrem de apneia do sono descreve o CPAP como uma máquina “infernal”. A intolerância ao ruído e à máscara, congestão nasal e irritação das membranas mucosas, fazem com que até 70% dos pacientes queiram deixar o CPAP e encontrem uma alternativa muito mais confortável e eficaz.

Por outro lado, as férulas dentárias de avanço mandibular são um elemento diagnóstico e também uma solução temporária para os casos leves de apneia do sono. Segundo estudos recentes, o uso prolongado dessa placa poderia causar alterações no modo de morder e deterioração da articulação temporomandibular.

Embora o CPAP seja o procedimento mais uitilizado, tem se provado cientificamente que a Cirurgia Ortognatica é a melhor solução para este grave problema.

APNEA DO SONO - Casos Clínicos Antes e Depois