Prognatismo

O prognatismo mandibular, do grego pró, “para frente” e do grego, gnathos, mandíbula, é uma deformidade facial que é descrita pela presença de uma discrepância ântero-posterior entre a mandíbula e a maxila, ou seja, ambos maxilares estão desalinhadas entre sim. Nos casos de prognatismo mandibular, a mandíbula é desenvolvida pelo excesso em relação à maxila. Na terminologia medica, o prognatismo mandibular também é chamado de classe III. As características faciais com este tipo de problema transmitem uma certa dureza e agressividade.

 

O prognatismo mandibular é detectado: Quando o osso maxilar apresenta um crescimento anormal por excesso em relação à maxila, o que é conhecido como problema esquelético ou quando o paciente apresenta um excesso de queixo.

CIRURGIA ORTOGNATICA - Casos Clínicos Antes e Depois